Notícias

Imprimir

Em visita aos EUA, Levy vê

19/04/2015

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou em entrevista coletiva neste sábado (18) em Washington, EUA, ter percebido confiança dos parceiros comerciais do Brasil, após reunião do Comitê Monetário e Financeiro do Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo Levy, os países estão atentos às mudanças que o Brasil está promovendo para voltar a crescer e há uma "grande torcida" dos parceiros em relação ao país.

Levy afirmou também que governo planeja lançar em maio um programa de concessões para ampliar investimentos em infraestrutura no Brasil.

Confira a seguir os principais trechos da entrevista:

Concessões de infraestrutura

"Nosso plano é de, nas próximas semanas, chegarmos a uma visão global das áreas que serão disponíveis para concessão." Para Levy, "os investidores gostam de ter um programa que forneça um arcabouço. Em paralelo, nós vamos debater os mecanismos de financiamento. Estamos discutindo para ter algum acordo com o Banco Mundial para ajudar a desenhar algumas dessas coisas".

Segundo o ministro, "poucas pessoas sabem que o setor privado investiu, nos últimos cinco anos, cerca de US$ 200 bilhões em infraestrutura, em áreas como energia, comunicações e logística, tirando o setor de óleo e gás. É importante que as pessoas vejam o quadro geral". Levy afirmou ainda que os ministérios da Fazenda e do Planejamento trabalham conjuntamente para lançar o programa de concessões.

Modelo bem sucedido de concessões no Brasil

"Os modelos de concessão estão bastante consagrados. Eles têm atraído recursos. Acho que uma das grandes vantagens do Brasil é escala." Para o ministro, "a maior parte das concessões no Brasil, mesmo quando você olha sobre um século, são de sucesso. Nos últimos 25 anos, esse modelo tem dado muito certo e temos seguidamente ampliado".

A importância de investir em infraestrutura

"Infraestrutura no Brasil é um ganha-ganha. Tem um impacto na economia favorável, aumenta o nosso PIB potencial, é ótimo para a gente, e para aquele que confia no Brasil, faz investimento de longo prazo, você tem uma linha de receitas de longo prazo, em geral muito robusta.

Reunião com o secretario do Tesouro americano e visita da presidenta Dilma

Para Levy, a reunião com o secretário de Tesouro dos EUA, Jacob Lew, foi "excelente". O ministro considera importante que o Brasil continue aprofundando o diálogo com o país. Ainda segundo ministro, o governo dos Estados Unidos tem "expectativa muito positiva" sobre a visita que a presidenta Dilma Rousseff fará ao país no dia 30 de junho.

Avanços sobre o funcionamento do banco dos Brics

"Nós discutimos o Banco dos Brics e fizemos progressos", disse. "Teremos o banco funcionando provavelmente no ano que vem. E quanto às pessoas que vão gerenciar o banco, os gerentes, esperamos que eles sejam nomeados em duas semanas ou dez dias." O ministro Joaquim Levy está em Washington, capital dos Estados Unidos, desde quarta-feira para participar de reuniões do Fundo Monetário Internacional (FMI), do Banco Mundial e do encontro de ministros de Finanças e presidentes dos bancos centrais do G20.

Fonte: Blog do Planalto  

 

Voltar

  • Invest&Export
  • Panorama
  • SIMBRACS - Catálogos de Oportunidades de Investimentos
  • Programa de Investimento em Energia Elétrica – PIEE
  • Relatorio de Anuncios de Investimentos
  • ApexBrasil
  • Portal Inovação
  • BNDES
  • SUFRAMA
Outras Notícias